Capítulo 8 – Novas Formas Para Interfaces Consistentes

Ianne Howards Koritzinsky GE Medical Systems

É preciso mais do que desejo para criar uma interface consistente, é necessário ferramentas e metodologias que deem suporte ao design. Sempre importante lembrar que é necessário e crítico o apoio político.

Novos designs consistentes exigem um novo modo de desenvolvimento, é óbvio que não acontece sem esforço, é preciso de estratégia e plano para realizar.

Produtos médicos também tem uma interface de usuário, não é somente software de aplicações de computador. O método antigo da época (1988) usando Fortran Style, consistia em misturar os códigos de interface com o código-fonte da aplicação.

A nova metodologia poderia ser definida como:

  • Previsível: usuários antecipam que o sistema vai fazer Dependente: o sistema preenche as expectativas do usuário
  • Formação de hábito: o sistema encoraja o desenvolvimento de padrões de comportamentoTransferível: habilidades podem ser transferir dados de uma aplicação para outra cavalinha
  • Natural: a interface consistente com um entendimento do usuário.

Esses tópicos podem ser aplicado em uma aplicação única ou em muitas aplicações, até mesmo em produtos da mesma família. Assim quatro aspectos são inicialmente discutidos: o conceito do design, a aparência da interface, os diálogose os mecanismos de interação (Foley 1982, Blake 1986).

Desenvolvere o estilo é o mais fácil, ter apoio da direção e mudar a cultura da empresa são as tarefas que mais exigem esforço. Organizações estão sobre diveras pressõe diferentes, muitas vezes para entregar um produto rápido, e assim muitas vezes atropelam a consistência.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>